Pela 4ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Política

Prefeito de Anápolis diz que José Eliton é o melhor candidato ao governo

Chapa está fortalecida, diz Roberto Naves | 19.03.17 - 17:42 Prefeito de Anápolis diz que José Eliton é o melhor candidato ao governo (Foto: divulgação)
A Redação

Goiânia - Um dos principais prefeitos do PTB goiano, o chefe do Executivo de Anápolis, Roberto Naves, disse durante encontro do PSDB na cidade que a disputa dentro da base por espaço na chapa majoritária, que deve ser encabeçada pelo vice-governador José Eliton, comprova que é “a melhor chapa” ao governo do estado de Goiás. “O PTB vê com muita alegria, por estar na base, que temos o melhor candidato; temos uma pessoa competente para administrar o estado, que é o José Eliton”, afirmou.
 
Ele parabenizou o vice-governador José Eliton pela competência e pelo trabalho que vem fazendo ao lado do governador Marconi Perillo. Segundo afirma, “cada partido está fazendo o seu papel de buscar espaço numa chapa que tem o melhor candidato que é o do vice-governador José Eliton”.
 
Ele agradeceu, também, o deputado federal Giuseppe Vecci, presidente do PSDB no estado, pelo trabalho e representatividade no Congresso Nacional, “buscando sempre defender os interesses do estado, como na manutenção dos incentivos fiscais que tornam as empresas mais competitivas, e do município, com emendas que vão garantir cerca de R$ 30 milhões para investimentos em recuperação da malha asfáltica”.
 
Ao lado do vice-prefeito Márcio Machado (PSD), Roberto Naves enumerou os graves problemas encontrados na administração do município, ao assumir a prefeitura em janeiro. Segundo ele, Anápolis estava como “terra arrasada”, ressaltando que “quando se coloca gente incompetente para administrar uma cidade ou estado, dá nisso”.
 
Chapa em construção
No encontro organizado pelo PSDB em Anápolis, o vice-governador José Eliton lembrou que neste momento o seu foco é na questão administrativa, mas, que, evidentemente, o processo político eleitoral também está em discussão. “Parece-me que estamos consolidando a posição mais tranquila na base, em que a maioria dos partidos já está envolvida no projeto”, disse. Conforme destacou, as questões relativas à vice-governador, à chapa de senador e às demais vagas nas respectivas suplências ainda estão sendo discutidas com os partidos que compõem a base.
 
José Eliton afirma que essa discussão está sendo levada “com muita maturidade, sabendo reconhecer a importância de cada partido, as manifestações partidárias na formação de uma chapa que seja competitiva eleitoralmente e que tenha conteúdo programático para apresentar a Goiás as soluções para as demandas existentes”. Ele acrescenta que o PSDB fará um giro por todas as regiões do estado, ouvindo os filiados e preparando o partido para o embate de 2018.
Ele destacou que o prefeito Roberto Naves é um parceiro constante que tem demonstrado uma correção muito grande para com o governo do estado. “Importante termos sabedoria de convergir, tivemos candidatura própria em Anápolis, do (deputado estadual) Carlos Antônio, que foi importante porque expôs o pensamento da social democracia, mas, depois, sem pedir contrapartida, procuramos nos alinhar ao projeto do Roberto Naves, que é um projeto transformador", disse o vice-governador.
 
José Eliton reafirmou que o PSDB, com os partidos da base aliada, vai estabelecer um programa partidário com olhos para o futuro. “Um programa que respeite a nossa história, que defenda o nosso legado, mas que aponte o caminho para o futuro”, acentuou. O vice-governador destacou a importância de Anápolis para o partido.
 
“Começo essa jornada a partir de Anápolis que é a cidade mais representativa do tempo novo; o tempo novo que é mais que um slogan, que é um ideal, um conceito, conteúdo que transformou e transformará Goiás”, disse o vice-governador. Segundo lembrou, Anápolis foi a cidade que em 1998 elevou o governador Marconi Perillo a essa condição e que “haverá de continuar dando, pelas lideranças que tem aqui, pela força política aqui assentada, o caminho para que continuemos no rumo da vitória”.
 
Eliton disse que o grande desafio do PSDB no estado de Goiás é manter a política de desenvolver Goiás, colocar Goiás em destaque entre as boas notícias, de ser referencial. “Esse é um ponto de partida para 2018, devemos marchar unidos; e a grande maioria dos partidos da base já está consolidada; e é importante e construtiva a capacidade de dialogar, até porque quem não consegue dialogar não vai ter capacidade de governar, porque quem governa, governa para todos”, acentuou. “Vamos construir esse diálogo sabendo ouvir os partidos; temos uma história para mostrar, temos uma folha de trabalho gigantesca no estado de Goiás; e vamos continuar em frente construindo políticas públicas importantes”, declarou.
 
Ciclo virtuoso
Em seu discurso, José Eliton lembrou que em Goiás a situação econômica hoje é bem distinta da dos demais estados que estão em dificuldades. Lembrou o ajuste fiscal feito ainda em 2015, pelo governador Marconi Perillo, e lembrou que, apesar das dificuldades, Goiás entra num ciclo virtuoso de investimentos. 
 
“Chegaremos à metade do ano com todo o país olhando para Goiás sem entender o que está acontecendo, porque enquanto a maioria dos estados vive uma crise, estaremos executando o maior plano de investimentos do país”, disse ele. Investimentos, segundo adiantou, em infraestrutura rodoviária, logística de transportes, em saúde, energia, habitação e em outros setores.
 
Ele destacou o caráter municipalista do plano de investimentos para 2017-2018, lembrando que o governador Marconi Perillo busca desenvolver o estado a partir dos municípios, com políticas públicas que atendam às necessidades da população. O governo, a partir dos convênios com os municípios, irá dotar o estado de Goiás de toda a infraestrutura necessária para o processo de desenvolvimento.
 
“O governo atua com muita determinação na construção de uma plataforma política que atenda a todos os municípios goianos, independentemente de partido político”, disse José Eliton, ao reforçar que os investimentos serão feitos com recursos do tesouro estadual. Sobre os recursos oriundos da venda da Celg, o vice-governador disse que o dinheiro será usado em obras estruturantes, “não permitindo que sejam pulverizados, como aconteceu com os recursos de Cachoeira Dourada”.
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351