Pela 6ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Aumento das vendas

Vice-presidente da Ademi comemora retomada do mercado imobiliário em Goiás

"2017 representou um recomeço", diz | 15.12.17 - 17:34 Vice-presidente da Ademi comemora retomada do mercado imobiliário em Goiás (Foto: Adriana Marinelli / A Redação)

Rafaela Bernardes

Goiânia -
O ano de 2017 representou a retomada do crescimento do setor imobiliário no Estado. O balanço positivo é da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), que divulgou recentemente números dos dez primeiros meses deste ano e uma projeção para o fechamento anual. Para o vice-presidente da Ademi-GO, Fernando Razuk, 2017 representou um recomeço para o setor. 
 
"Só temos que comemorar o ano de 2017. Ele representa o início da recuperação do setor imobiliário em Goiás. Vínhamos do ápice da crise, que foi em 2016, e conseguimos números bastante positivos neste ano fazendo com que as perspectivas para 2018 sejam ainda mais positivas", disse em entrevista ao Jornal A Redação
 
Fernando Razuk destacou o aumento nas vendas de imóveis e a diminuição do número de distratos (quebra de contrato) como os principais fatores para o crescimento do setor. Nos primeiros dez meses deste ano foram vendidos 4.248 imóveis em Goiânia e Aparecida contra 3.606 vendas durante o mesmo período de 2016. Crescimento real de 18%. A previsão é que 2017 feche com 5.100 negócios fechados nas duas cidades. 
 

(Divulgação)
 
"No ano passado, por conta da crise financeira que fez com que os bancos restringissem o crédito, a Ademi registrou cerca de 50% de distratos nos contratos de venda registrados. Este ano, a quantidade de quebras de contrato durante os dez primeiros meses foi 41% menor que os distratos registrados em todo 2016", explicou. 

Em 2016 a Ademi registrou 2.224 distratações em Goiânia e Aparecida. De janeiro a outubro deste ano, o número de distratos foi de 1.251. Segundo o vice-presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás, este é o melhor momento para quem deseja comprar um imóvel.

"A curto prazo, esse é o melhor momento para quem deseja comprar a casa própria, ou até mesmo comprar para investir. Os juros baixos deixam as parcelas de financiamento mais baixas também. Além disso, o estoque de imóveis prontos e parados nas construtoras estimula melhores preços no mercado". 
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351