Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Festival de cinema

Fica 2017 oferece filmes nacionais para todos os gostos

Evento é realizado de 20 a 25 de junho | 17.06.17 - 16:03 Fica 2017 oferece filmes nacionais para todos os gostos Cena do filme goiano "Algo do que Fica" (Foto: divulgação)
A Redação

Goiânia -
De volta ao Cineteatro São Joaquim, a Mostra Competitiva do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica 2017) conta com uma lista de 25 filmes na disputa. Entre esses, 10 são brasileiros, com 4 goianos entre os representantes nacionais.
 
Entre os dias 20 e 25 de junho, na Cidade de Goiás, os filmes serão exibidos na programação do festival e estarão sob julgamento do público, do júri e da imprensa – que escolhe de forma autônoma o melhor filme.
 
As produções goianas neste Fica trazem uma tonalidade típica da região, como a luta e a garra do povo. Como poderá ser visto no filme Algo do que Fica, do diretor Benedito Ferreira, que fala sobre o césio 137, que este ano chega aos 30 anos do acidente. A obra Da Margem do Rio o Mar é um documentário de 13 minutos que realiza um ensaio reflexivo sobre a beira da rua.
 
Cada vez mais em voga, o empoderamento feminino é retratado no filme Real Conquista, da diretora Fabiana Assis, que traz uma atualização das técnicas e da linguangem da produção local. O diretor Renné França traz um mundo pós-apocalíptico em um gênero que costuma levar o público aos cinemas - terror, no filme Terra e Luz. Essa obra é retratada na cidade de Goiás e traz criaturas que se assemelham a vampiros, em uma humanidade busca sobrevivência.
 
A extensa lista de filmes brasileiros conta com a participação de diretores de renome nacional e internacional como Simone Cortezão, Márcio Farias e Vicent Carelli.
 
Destaques para Ninguém nasce no Paraíso, de Alan Schvarsberg, vencedor do melhor curta Júri Popular na Mostra Brasília do 48º Festival de Cinema de Brasília, e para Tarja Preta, de Márcio Farias, escolhido como Melhor Curta Nacional no 9º Festival Brasileiro de Cinema, que aconteceu em Penedo, Alagoas.
 
Confira a lista e a sinopse dos filmes nacionais que na tela do Fica 2017:
FILMES GOIANOS
 
– Algo do que Fica (2017, Dir. Benedito Ferreira, Ficção, 23 minutos)
Avó e neta estão de mudança da casa onde vivem no centro de Goiânia, ao lado do lote do acidente do Césio 137. Em breve a casa será demolida para a construção de um museu. Enquanto isso, uma estranha presença orbita pela casa.
 
– Da Margem do Rio o Mar (2017, Dir. Rei Souza, Documentário, 13 minutos)
Breve filme ensaio sobre a beira da rua.
 
– Real Conquista (2017, Dir. Fabiana Assis, Documentário, 15 minutos)
Em Goiânia, no bairro Real Conquista, uma mulher, marcada por um forte passado de violência, luta por melhores condições de vida.
 
– Terra e Luz [Earth and Light] (2016, Dir. Renné França, Ficção, 73 minutos)
Em um futuro próximo, o ser humano foi praticamente dizimado por criaturas que se assemelham a vampiros. Neste mundo em que a noite é mortal, um homem tenta sobreviver a qualquer custo, ao mesmo tempo em que tem a chance de recuperar sua própria humanidade.
 
FILMES BRASILEIROS (NÃO GOIANOS)
 
– Subsolos [Underground] (2015, PERNAMBUCO, Dir. Simone Cortezão, Ficção, 31 minutos)
“Subsolos” conta a história de um solitário porteiro de uma mineradora que vaga entre funções e oportunidades de trabalho dentro da indústria, e uma mulher que mora na fronteira de uma cava de mineração. Por causa do crescimento da cava, Rita é a última moradora que resiste ao fim do bairro e sobrevive em meio às ruínas. Rômulo, perdido entre grandes paisagens entrópicas e produtivas, decide seguir com o minério rumo a outro continente.
 
– Tarja Preta [Black Label] (2015, PERNAMBUCO, Dir. Márcio Farias, Documentário, 24 minutos)
“Tarja Preta” é um curta- documentário sobre uma pequena cidade do interior do Brasil, Itacuruba. Descobriu-se que se trata da cidade com o maior número percentual de pessoas que sofrem de depressão no País. Este projeto tenta através dos moradores, apresentar todas as ligações entre eles, sua cidade e seus medicamentos, para assim compreender melhor o que se passa lá e o que fez esta cidade ficar assim.
 
– Em Torno do Sol [Around the Sun] (2016, RIO GRANDE DO NORTE, Dir. Julio Castro e Vlamir Cruz, Ficção, 12 minutos)
Em 1989 uma intensa tempestade solar causou o histórico blackout que assolou o Canadá e arredores. Muito Tempo depois o aumento das interferências solares tornou os equipamentos eletrônicos itens obsoletos… o uso de eletricidade é raro na Terra. Obsolescência programada, dependência de energia… convivendo com as escolhas tortuosas dos seus antepassados, Senhor X busca novas possibilidades.
 
– Martírio (2016, PERNAMBUCO, Dir. Vincent Carelli, com co-direção de Tita e Ernesto de Carvalho, Documentário, 162 minutos)
A grande marcha de retomada dos territórios sagrados Guarani Kaiowá através das filmagens de Vincent Carelli, que registrou o nascedouro do movimento na década de 1980. Vinte anos mais tarde, tomado pelos relatos de sucessivos massacres, Carelli busca as origens deste genocídio, um conflito de forças desproporcionais: a insurgência pacífica e obstinada dos despossuídos Guarani Kaiowá frente ao poderoso aparato do agronegócio.
 
??– Contagem Regressiva (2016, RIO DE JANEIRO, Dir. Luis Carlos de Alencar, Documentário, 92 minutos)
A cidade do Rio de Janeiro foi dilacerada pela realização dos megaeventos. Durante a preparação para os Jogos Olímpicos, toda a já histórica tradição de violência de Estado e terrorismo racial se intensificou na cidade maravilhosa.
 
??– Ninguém Nasce no Paraíso (2015, DISTRITO FEDERAL, Dir. Alan Schvarsberg, Documentário, 25 minutos)
No paraíso da ilha de Fernando de Noronha espécies em extinção, como a tartaruga marinha, encontram políticas de preservação. Já a espécie humana encontra-se em risco de extinção diante da proibição de nascimentos na ilha, quando as gestantes são expulsas aos 7 meses de gravidez.

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351