Pela 5ª vez o mais influente da web em Goiás. Confira nossos prêmios.

Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351

Pedro Alves de Oliveira

Fieg, 66 anos

| 03.04.18 - 10:30
Goiânia - Hoje, comemoramos 66 anos da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg). A data é significativa e marca o início de um profícuo trabalho em prol do desenvolvimento econômico e social de nosso Estado.
 
Sempre presente, a Federação já nasceu produzindo frutos ao ter, como patronos, precursores e idealizadores, homens como Jaime Câmara, Vicente Umbelino, José de Assis Drumond, José Alair Martins Baptista, Manoel Gomes Ribeiro e Waldyr O'Dwyer; e como líderes nesta organização sindical e instalação do Sistema Indústria, abrangendo as instituições Senai e Sesi, os idealistas Antônio Ferreira Pacheco e Gilson Alves de Souza.
 
A ânsia pelo progresso permanentemente norteou as ações da Fieg. Não à toa, no mesmo ano de sua instalação, também foi estruturada a primeira unidade do Senai Goiás e, um ano mais tarde, constituída a diretoria regional do Sesi.
 
Nessas mais de seis décadas, grandes dirigentes escreveram a história da organização sindical patronal em Goiás e, principalmente, conferiram dinamismo ao setor produtivo goiano, liderando ações de promoção ao desenvolvimento econômico e social de nosso Estado.
 
Sob a gestão de Antônio Ferreira Pacheco, foram alicerçadas as bases de todo o trabalho que, posteriormente, seria comandado com maestria pelo saudoso presidente José Aquino Porto. As duas gestões respondem por quase meio século dessa história e foram as responsáveis pela consolidação aqui do Sesi, Senai, IEL e ICQ Brasil.
 
Inovação, diligência e entusiasmo foram e são qualidades constantes no trabalho encampado pela Fieg. A partir dos anos 2000, sob a gestão do amigo Paulo Afonso Ferreira, vemos a Fieg articular novo momento na economia goiana, com significativo impulso da industrialização em nosso Estado. Sempre atenta, a Federação foi protagonista politicamente e institucionalmente nesse importante processo, apoiando as gestões estaduais e municipais na diversificação da atividade produtiva.
 
Na última década, tive a grata oportunidade de conduzir esse incansável trabalho. Momento para lançar o nosso olhar à internacionalização dos produtos goianos e, principalmente, apresentar as potencialidades de nosso Estado a investidores estrangeiros. Mais que testemunhar essa metamorfose no desenvolvimento de Goiás, a Federação foi ferramenta relevante no novo cenário.
 
O que, em 1952, era um sonho foi consolidado com árduo trabalho ao longo de mais de meio século. Hoje, celebramos os 66 anos da Federação das Indústrias do Estado de Goiás com números surpreendentes e que comprovam a capilaridade e a importância social da entidade, beneficiando milhares de crianças, jovens e trabalhadores da indústria com educação, formação profissional, saúde, esporte, lazer e, sobretudo, transformando vidas.
 
A Fieg chega aos 66 anos ainda mais empreendedora e inovadora, com o dinamismo e a desenvoltura das jovens lideranças que aqui se formam e que serão responsáveis por escrever a história nas próximas décadas. Parabéns, Fieg!
 
 



*Pedro Alves de Oliveira é empresário e presidente da Fieg e do Conselho Deliberativo do Sebrae Goiás
 

Comentários

Clique aqui para comentar
Nome: E-mail: Mensagem:
Envie sua sugestão de pauta, foto e vídeo
62 9.9850 - 6351